Programa Tenha uma Boa Hora

Se você chegou aqui, é porque quer muito ter um bom parto, ou como dizer: ter uma Boa Hora.

Assista esse vídeo até o final para entender qual é o método que eu uso para que as mulheres que eu acompanho tenham uma boa jornada da gravidez até o pós-parto.

São passos simples que em poucos dias te preparam para a hora tão esperada da chegada do seu bebê.

PRA QUEM NÃO É O PROGRAMA TENHA UMA BOA HORA?

Não é para gestantes de alto risco

Se for do grupo de alto risco, pode fazer, mas levando em consideração as orientações de sua equipe pré natal.

Também não é pra você que acha que não precisa fazer nada, que acha que é só esperar pra ver como vai ser.

Nem pra você que não quer fazer algumas mudanças na sua rotina 

Ou ainda se não pretende seguir as orientações ou que não vai assistir. Prefiro que você não compre! 

ENTÃO, PRA QUEM É

Para você que está numa gestação de baixo risco. 

Para  qualquer idade gestacional, quanto mais cedo, melhor. Se você estiver com 37 semanas ou mais, vai precisar correr um pouco. Lá dentro vai encontrar a sugestão de como usar.

Para você que  deseja sentir mais bem estar no dia a dia e se preparar para o nascimento, não importando a via. Pra você que vai ter PN ou cesárea. 

Com certeza serve para você que é acompanhante, que vai apoiar uma gestante na hora do nascimento.

E também para quem tem ou não uma doula e equipe. 

Se você tiver que ficar sozinha na hora do parto, definitivamente é pra você.

COMO CHEGUEI NISSO?

Lud em 2010 com Benjamin no colo, antes de entender os benefícios que o Programa Tenha uma Boa Hora trazem para a gestante.

Essa sou eu há 11 anos atrás! Um dia depois de parir meu segundo filho!

Estava inchada pelo uso de corticóides para não perder o bebê que está nos meus braços, estava 20 Kg acima do meu peso, por conta do sedentarismo e da má alimentação.

Hoje, depois de muito estudo e autoconhecimento, aprendi e reconheço que não estava alinhada com a melhor versão do que eu poderia ser na gestação.

Não pela estética, mas pela minha saúde e a saúde dos meus filhos! Eu achava que era saudável, mas não tive uma gravidez saudável. Passei 37 semanas e 1 dia gestando esse bebê com muita dificuldade. Muitas dores, muita fadiga e frustração.

Em muitos momentos parecia que ele ia nascer prematuro. Eu não tinha bons hábitos, autocuidado, rotina e disciplina. Tomei muita medicação, fiz muito repouso. Muitas vezes, exigi do meu corpo mais do que ele era capaz de dar. Trabalhava com coisas que me faziam no outro dia estar de cama com cólicas e contrações.

Eu não tinha juízo! 

Só pensava no parto. Eu queria um parto humanizado, domiciliar, com parteira e bla bla bla … Mas por pouco eu quase não alcancei meus objetivos para o nascimento do meu bebê!

Se ele viesse um dia antes, não poderia ter tido o parto que tinha sonhado, o PDP (Parto Domiciliar Planejado). Na verdade, meu parto poderia ter sido menos doloroso, mas meu bebê estava mal posicionado!

Lógico! Eu era sedentária, tinha pouca mobilidade pélvica e estava com sobrepeso. Durante o parto sentia minhas pernas fracas. Ele nasceu bem pequenininho, e precisou de muito comprometimento da minha parte, durante as três primeiras semanas para ele pegar peso.

Hoje eu vejo!

Eu tive um bom parto, porque afinal de contas, mulheres sabem parir e bebês sabem nascer, mas eu poderia ter tido uma boa hora todos os dias, antes mesmo dele nascer! Poderia ter sentido menos dor e muito mais bem estar e vitalidade!

De lá pra cá, decidi que ajudaria vocês para que tenham uma história diferente da minha.

De uns anos para cá

Me dediquei a entender a importância dos pilares de saúde para uma gestação saudável, que resultam no nascimento de um bebê saudável e num parto menos sofrido, com uma recuperação mais rápida. 

Descobri os pilares de saúde da medicina Ayurveda, a nutrição funcional com os princípios da epigenética e da programação metabólica, o poder do alinhamento do ciclo circadiano e da revitalização por meio da mudança de hábitos e estilo de vida. 

Em meio às minhas pesquisas, comecei a ter insights de como ajudar as mulheres que acompanhava como doula e fui “testando” com elas as práticas do que hoje eu chamo de método BOA HORA. 

Por causa dos resultados que vi nesses anos, gravei essas técnicas e orientações que se tornaram o Programa Tenha Uma Boa Hora. 

Tenha uma boa hora é uma expressão antiga que significa o desejo de que a mulher tenha um bom parto, mas ignora a parte da gravidez. 

Minha vontade é que as mulheres tenham essa boa hora todos os dias antes mesmo do grande dia do nascimento e inclusive até depois dele.

Quando eu engravidei, pensava apenas no parto, não me cuidei, não cuidei da alimentação, do sono, da hidratação e dos outros pilares de saúde importantes para mim e para os meus filhos. 

Apesar da gravidez não ser doença, às vezes parece! 

Muitas dores e dificuldades da gestação são consideradas “normais”. Muitos sintomas são comuns, mas não são normais! 

Imagine que você vai viajar de carro, o ideal é levá-lo para fazer uma revisão. 

E lá, é feito um check up para diagnóstico de possíveis falhas mecânicas que possam aparecer quando o carro for mais exigido durante a viagem. Vão revisar os freios, o alinhamento e balanceamento dos pneus e etc. 

A mesma coisa deve ser feita com seu corpo durante a gravidez e em preparação para o parto. O pré natal avalia a sua parte mecânica e eu acredito que você mesma deve avaliar seus hábitos e estilo de vida para ter uma viagem melhor. 

Mas como fazer isso?

Eu utilizo o pentágono VITAL 

  1. Visível 
  2. Invisível 
  3. Teórico 
  4. Autonomia 
  5. Liberdade 
Gráfico do Pentagono Vital

exemplos: 

[visível] sensação de empachamento 

[invisível] visualização do bebê

[teórico] 6 fases do Trabalho de Parto 

[autonomia] capacidade decidir o que fazer, como fazer e quando fazer

[liberdade] confiança para tomar estas decisões fundamentadas.

O QUE VOCÊ VAI APRENDER NO TENHA UMA BOA HORA?

No método tenha uma boa hora, os primeiros 7 dias são uma revisão para que você diagnostique falhas no sistema e possa corrigi-las antes do dia do nascimento. Isso vai te proporcionar bem estar e leveza durante a gestação, parto e pós-parto. 

Com uma rotina mais clara, você saberá o que fazer todo santo dia pra ter uma jornada mais tranquila, e poderá começar sua preparação para o parto, com exercícios, respiração, massagens e informações seguras acerca do processo do parto.

Esta é a parte que envolve o AUTOCUIDADO.

Na parte em que nos preparamos para o parto, cuidamos dos 4P’s do parto:

  • Passagem que no caso é você mesmo, com seu corpo
  • Passageiro, que é o seu bebê
  • Poder, que é seu motor, a potência que vai conduzir seu parto
  • Psique, ou seja, seu emocional, que te ajudará na partolândia.

Questões importantes do seu estilo de vida podem afetar e muito no seu processo de gravidez e também na sua viagem de parto.

Pensando nisso, o programa foi desenvolvido de maneira a te dar ferramentas práticas em rotinas diárias que podem te preparar para uma BOA HORA desde a gestação até seu pós-parto.

É possível passar esses 280 dias da gravidez saudável, sem parecer que está doente! E também é possível gerar e parir um bebê saudável.

Se você estiver bem, seu bebê ficará bem. 

Para isso, o programa Tenha Uma Boa Hora usa:

  • Técnicas de autocuidado inspiradas na ciência da vida da medicina Ayurveda
  • Orientações baseadas na tese da epigenética + programação metabólica da nutrição funcional 
  • Mudança de hábitos e estilo de vida, exercícios, massagens e técnicas não medicamentosas de alívio da dor.  
  • Medicina baseada em evidências científicas 
  • Estímulo da autonomia e protagonismo
  • Visão multidisciplinar

É assim que o Programa Tenha uma Boa Hora te ajudará:

  • Aumenta seu conhecimento de forma prática 
  • Utiliza técnicas de consciência corporal 
  • Desperta sua responsabilidade, protagonismo e independência
  • Pensa em você e no bebê como um todo
  • Possui sugestões de mini hábitos e rotinas diárias, para vários momentos do dia.
  •  Exige poucas horas para aprender e fazer o essencial
  •  Estimula a ação e comprometimento

Inscreva-se agora. Clique aqui!

Veja o que algumas alunas disseram sobre o Programa Tenha uma Hora

posts de comentários de alunas sobre o programa tenha uma bora hora

DÚVIDAS COMUNS

Talvez você esteja pensando que não tem dinheiro para adquirir o programa agora

É só uma questão de prioridade. Eu não conheço sua realidade, talvez você não tenha dinheiro nem para comprar comida, mas sei também que muitas vezes você já investiu na reforma do quartinho, no enxoval, no chá revelação, mas não tem dinheiro para uma preparação. Você não acha isso importante, na verdade.  

Talvez você pense que não precisa, que já está preparada

Não te conheço, não sei se não está preparada, mas já atendi pessoas da área da saúde que não conseguiram fazer o que achavam que sabiam. Geralmente vocês não estão preparados. 

Se o parto é algo natural, porque eu preciso de um programa de preparação?

Porque perdemos a conexão com o natural, e achamos que tudo se resolve de forma artificial e medicalizada, sendo que nossas avós sabiam o que fazer e nós não sabemos mais.

Eu já tenho uma equipe

Se você tem equipe, doula, talvez você não precise. Mas já tive casos em que a doula ou a equipe não supriram tudo o que você pode aprender aqui no programa.

Eu vou fazer cesárea

Este programa não é só para quem vai ter Parto Normal, mas sim para quem vai ter um bebê, e não um parto. É um programa de autocuidado para gestar, parir e nutrir. Você precisará estar preparada para esta cirurgia de grande porte e sua recuperação.